29 de fevereiro de 2012


A alegria é uma expressão de contentamento, satisfação, júbilo ou exultação. A alegria como fruto do Espírito Santo, no entanto, é muito mais que uma simples sensação vivida pelo homem. É uma vida verdadeira de eterno gozo na alma, pelas convicções implantadas pelo Espírito de Deus dentro do homem. 

A alegria é produto do Evangelho dentro de nós (Lucas 2.10) e da profunda experiência da salvação. A alegria do cristão é uma constante, a despeito de todos os dissabores que este mundo apresenta.

A alegria do não-cristão é fabricada através de piadas ou coisas semelhantes e nunca é constante; pelo contrário, é passageira e sufocada pelas tristezas deste mundo.

O grande regozijo nos concedido pelo Senhor é para que se verifique no Seu povo a diferença do povo deste mundo. Com ele, testificamos a felicidade existente dentro de nós. O próprio Deus experimenta essa sensação, conforme está escrito:
"... portanto não vos entristeçais, porque a alegria do Senhor é a vossa força." Neemias 8.10
A alegria é uma qualidade de vida caracterizada pelo bem-estar espiritual, consequência de uma correta relação com Deus; é o regozijo no Espírito Santo. Deus jamais apreciou o desânimo; pelo contrário, a Sua Palavra nos admoesta:
"Servi ao Senhor com alegria, apresentai-vos diante dele com cântico." Salmos 100.2
E ainda:
"... alegre-se o coração dos que buscam o Senhor." Salmos 105.3
A ordem do dia-a-dia é, portanto, alegria no Senhor, e isso é dom de Deus, para que o Seu povo reconheça que Ele está em Seu trono, e tudo está sob o Seu controle. Essa alegria é a inspiradora da esperança e da coragem; é a confiança no Senhor Jesus e a satisfação de estarmos vivos n'Ele.


Reações:
Por: Cleide Salib quarta-feira, fevereiro 29, 2012
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

# Compartilhe